top of page

Movimento, a minha tábua de salvação

Enquanto ansiosa hiperactiva desde tenra idade, sempre tive dificuldade em ficar quieta ou não fazer nada. Quando entrei em burnout, em 2016, médicos e psiquiatras disseram-me que práticas como a meditação ajudariam, mas na prática... ficar quieta tornava-me ainda mais ansiosa!


Lembro-me de um curso de ioga que terminava com exercícios de respiração de pernas cruzadas que pareciam intermináveis e durante os quais não conseguia deixar de imaginar o que aconteceria se, de repente, me levantasse, corresse, saltasse e gritasse no meio da sala cheia de vinte e tal pessoas paradas e silenciosas, a meio da meditação...


Em suma, quando me pedem para ficar fisicamente imóvel, a minha mente entra em ação e a minha imaginação fica louca!


Por isso, não é de admirar que tenha começado a minha prática de ioga não com o ioga yin (em que se mantém a mesma postura imóvel durante vários minutos), mas com o "power ioga" - muito atlético e cardiovascular.


Desde então, as práticas de regresso ao meu corpo têm sido a minha tábua de salvação quando o stress e a ansiedade me invadem diariamente. Os sentimentos de stress e de sobrecarga que me acompanham desde muito jovem nunca me abandonam completamente... mas estou a aprender a aceitá-los e, sobretudo, a manter o controlo da minha vida.


Os meus pais contam-me muitas vezes que, aos 4 anos, quando andava na creche, eu já fazia a minha "lista de preocupações" antes de me deitar. Faziam o possível por me tranquilizar para que eu adormecesse.


Sempre tive preocupações e medos intensos, excessivos e persistentes em relação a situações do quotidiano ( maioritariamente "mundanas"). Depois de 20 anos a tentar encaixar nos moldes, a forçar-me e a reprimir os meus medos e emoções avassaladoras, 2016 foi o ano em que tudo veio ao de cima: experimentei episódios repetidos de ansiedade, medo intenso e até terror, que acabaram por conduzir a ataques de pânico.


Ainda hoje, por vezes, sinto-me envergonhada e profundamente desiludida por não ser "como os outros", por ser tão difícil para mim ser zen e relaxar, aproveitar a vida e permitir-me momentos de pura despreocupação. Continua a ser pouco natural para mim.


EXCEPTO... quando estou no meu tapete,

ou na natureza,

em movimento.

Aí esqueço-me de tudo.

E volto a ligar-me ao único sítio onde me sinto profundamente segura e em paz:


O meu corpo,

Na companhia da minha respiração,

O bater do meu coração,

A presença dos meus músculos e articulações,

sempre lá para me apoiar,

dia após dia.


Ao longo dos anos de prática, a minha mente aprendeu a acalmar-se graças ao restabelecimento da ligação mente-corpo que tinha sido totalmente quebrada. Mais tarde, apercebi-me de que o meu nível de stress tinha sido tão elevado durante tanto tempo que me tinha dissociado totalmente do meu corpo para "sobreviver" e "funcionar" no ambiente empresarial em que estava desejoso de progredir.


Sempre tive dificuldade em responder à pergunta "como te sentes" e sempre tive dificuldade em falar e exprimir-me verbalmente quando se trata de falar sobre mim. Por vezes, ainda fico em silêncio durante as conversas, para me sentir segura ou para passar despercebida.


Restaurar um sentimento de segurança no corpo foi o que me ajudou a sair deste estado de bloqueio, de apagamento, de afastamento da vida. Antes destas práticas de cura pelo corpo, tinha a impressão de estar separada e de viver fora do mundo que me rodeava. Já não conseguia sentir as minhas emoções nem o meu corpo.


Se te sentes :

✨ No fim da tua corda e como se nunca fosses capaz de relaxar

✨ Ansiosa ou stressada

✨ Sempre cansada e com dificuldade em dormir

✨ Tens problemas digestivos

✨ Dores crónicas não resolvidas

✨ Problemas de concentração

✨ Altos e baixos emocionais É provável que, como eu, o teu sistema nervoso esteja descontrolado e a segregar demasiado cortisol. ‍


Convido-te a juntares-te a mim no Youtube ou no Instagram para alguns exercícios simples que te ajudarão a voltar a ti mesma e a restaurar uma sensação de segurança interior e calma.


Pouco a pouco o teu caminho tornar-se-á mais claro, prometo.


Cuida de ti 💙


 

Flow Youtube da semana 🎥


Junta-te a mim no Youtube para uma meditação em movimento de 10 minutos para te ajudar a acalmar a mente e a mergulhar no teu corpo


Comments


bottom of page