top of page

Estimula o teu nervo vago para um maior bem-estar

Atualizado: 11 de out. de 2023

Esta semana, convido-te a mergulhar na tua anatomia e a conheceres o nervo vago, que já me pregou algumas partidas no passado... ("episódio vasovagal", ring a bell?) 😮‍💨


Já conheces o nervo vago? Sabias que ele desempenha um papel extremamente importante na tua saúde e no teu bem-estar?


É o nervo mais comprido do corpo. Começa na base do cérebro e atravessa o corpo até ao cólon. As suas inúmeras ramificações fazem dele um nervo extenso que atravessa o coração, os pulmões, os rins, etc. É como um cabo de transmissão: 80% das informações transmitidas entre o cérebro e os nossos órgãos passam pelo nervo vago.


Este nervo ocupa uma posição central: o nervo vago é parte integrante do sistema nervoso autónomo. Este sistema, que está desligado da nossa vontade, controla sozinho a respiração, o ritmo cardíaco e as secreções hormonais. Este nervo está ligado aos centros de controlo nervoso e à nossa memória. É entendido como a via de transmissão das ordens enviadas pela rede nervosa encarregada de acalmar o organismo (o sistema parassimpático). De facto, quando o nervo vago está em bom estado de funcionamento, assegura um ritmo cardíaco regular e uma sensação de relaxamento, deixando-nos relaxados e calmos 🧘🏼‍♀️



Emoções, stress: a estreita ligação com o nervo vago


Quando estamos calmos e serenos, sentimos uma paz interior: a atividade do nervo vago está no seu auge. Mas quando estamos stressados, ansiosos ou perturbados, a atividade do nervo vago diminui drasticamente. Com a ação complementar do sistema simpático, o ritmo cardíaco acelera.


Um dos principais factores que perturbam este nervo é o STRESS: o stress inibe a atividade do nervo vago, impedindo-o de exercer a sua ação anti-inflamatória.


Normalmente, uma vez passado o episódio stressante, o nervo vago volta a entrar em ação para assegurar a recuperação do corpo e da mente. No entanto, em casos de depressão, ansiedade ou stress crónico, a atividade vagal entra em colapso e não pode ser totalmente reactivada 😴



Reforçar o nervo vago para combater o stress


Com um pouco de prática, é possível estimular o nervo vago para combater os efeitos do stress. Todos os métodos de alívio do stress têm o potencial de beneficiar a atividade do nervo vago.


Um exemplo é a técnica da coerência cardíaca. O objetivo é aumentar a variabilidade dos batimentos cardíacos para facilitar o tónus vagal. O ioga, o pilates, a meditação mindfulness, a sofrologia, etc. são práticas que estimulam este nervo para combater o stress ✋🏼


Descobre se o teu nervo vago está a funcionar bem

  • Sentes falta de energia, o teu sono não te permite recarregar as baterias

  • Tens dificuldade em fazer a digestão, sofres de inchaço ou desconforto gástrico

  • Sentes fome a toda a hora, tens dificuldade em sentir-te cheio

  • O teu ritmo cardíaco é elevado

  • Após um episódio de stress, demoras muito tempo a respirar calmamente

  • Sentes-te frequentemente deprimida

É importante manter o nervo vago saudável, ou seja, tonificado, para preparar o corpo para o "perigo" de uma situação de stress. Um nervo vago flexível (como um elástico que tem a capacidade de se esticar, mas que relaxa quando a pressão é libertada) permite-nos ser mais resilientes face ao stress: somos então capazes de nos desprender mais rapidamente, relaxar e seguir em frente assim que o episódio stressante fica para trás, em vez de ficarmos presos no modo de "alerta constante".


Exercícios para estimular o nervo vago e aliviar o stress

O stress está tão normalizado na nossa cultura que pode facilmente acumular-se ao longo do tempo e passar despercebido. Pessoalmente, tendo vivido num estado de stress constante durante muito tempo, acabei por me tornar viciada no meu próprio stress (pois sim!): Comecei a procurar situações stressantes, crises ou situações emocionalmente intensas para me sentir "viva".


A boa notícia é que podes libertar as hormonas do stress acumuladas no teu corpo através de exercícios somáticos. Os exercícios somáticos provocam uma enorme libertação emocional que elimina o stress e a energia de sobrevivência acumulada no teu corpo.


Vais sentir-te muito mais leve e relaxada física e emocionalmente. De repente, não estarás em modo de emergência, mas sentires-te-ás com os pés assentes na terra e calma por dentro.


Por isso, esta semana preparei um pequeno flow especialmente dedicado à saúde do seu nervo vago. Espero que te faça tão bem como me fez a mim!



Comments


bottom of page